Censos :: Inquérito de Qualidade dos Censos 2021 

O que é / objetivos

O Inquérito de Qualidade dos Censos faz parte do programa de controlo e avaliação da qualidade dos Censos 2021.

Este inquérito é uma operação estatística que integra os inquéritos associados aos Censos 2021, sendo contudo conduzido de forma independente. O seu objetivo é disponibilizar aos cidadãos e utilizadores da informação censitária indicadores de avaliação da qualidade dos resultados relativos às unidades estatísticas observadas, quer em termos das contagens (cobertura), quer de algumas características (conteúdo).

Cumpre uma prática prosseguida pelo INE desde os Censos de 1981, baseada em recomendações da Organização das Nações Unidas, e enquadra-se nas determinações do Regulamento de Execução (UE) nº 2017/881, de 23 de maio, da Comissão, no que respeita às formas e à estrutura dos relatórios sobre a qualidade dos dados obtidos nos Censos 2021.

Atendendo a que o objetivo é avaliar a qualidade dos resultados obtidos nos Censos, o Inquérito de Qualidade realiza-se após a conclusão da recolha dos Censos, e reinquire uma amostra aleatória de Secções estatísticas, abrangendo todo o país.




Quando se realiza

A recolha de dados ocorre entre setembro e novembro de 2021.

Os dados reportam-se ao momento Censitário, zero horas do dia 19 de abril de 2021, como definido também para a operação Censos.



Como se realiza

Este inquérito é conduzido por equipas diferentes das que participaram nos Censos. Numa amostra distribuída por todo o território nacional, os entrevistadores contratados pelo INE realizam um novo recenseamento dos edifícios e respetivos alojamentos familiares e recolhem informação por entrevista presencial junto dos residentes num subconjunto de alojamentos familiares de residência habitual.

São abrangidas 139 Secções estatísticas e cerca de 83 mil alojamentos. Para um subconjunto destes alojamentos os entrevistadores vão contactar aproximadamente 11 mil famílias para resposta a um questionário que contém apenas quatro questões: número de pessoas residentes no alojamento em 19 de abril de 2021, nome, data de nascimento e sexo.





Obrigações e Garantias

A Lei 22/2008 de 13 de maio, que estabelece os princípios, normas e estrutura do Sistema Estatístico Nacional, enquadra todas as operações estatísticas efetuadas pelo INE.

Os dados pessoais recolhidos no âmbito dos Censos 2021 estão sujeitos ao princípio do segredo estatístico, constituindo segredo profissional para todas as pessoas que participem nos respetivos trabalhos.

O Instituto Nacional de Estatística é o responsável pelo tratamento dos dados recolhidos podendo, no âmbito das suas atribuições e para a sua prossecução do interesse público, efetuar o tratamento de dados pessoais.

Os inquéritos associados aos Censos 2021 são de resposta obrigatória e gratuita.

Os dados destinam-se exclusivamente à finalidade estatística, e não serão transmitidos a terceiros.

As operações censitárias regem-se adicionalmente pelas regras estabelecidas na Lei 6/2019 de 11 de janeiro e pelo Decreto-Lei 54/2019 de 18 de abril, o qual estabelece o exercício de direitos pelos titulares de dados pessoais, estando o direito de oposição e de limitação ao tratamento derrogados na totalidade por motivos ponderosos de interesse público.

As operações censitárias contam ainda com legislação específica europeia (para mais informação consulte pf)



Contactos

Em caso de dúvidas, pode contactar o INE através dos seguintes números de telefone ou dos endereços eletrónicos:

Caso pretenda mais informação sobre as operações Censitárias consulte: censos.ine.pt