Saltar para conteúdo
 

Censos :: Censos 2021 :: Produtos

 

Publicação Resultados definitivos

Publicação Resultados definitivos

Publicação com a análise dos principais resultados dos Censos 2021, com informação de síntese e comparada, sempre que possível, com os dados dos Censos anteriores (2011). Pretende-se fornecer uma visão geral das principais características demográficas, socioeconómicas e habitacionais do país, bem como dar nota da evolução ocorrida na última década.

A publicação está organizada em três áreas temáticas: População, Agregados e Núcleos Familiares e Habitação. Para cada tema é apresentado um conjunto de indicadores sintéticos, maioritariamente com desagregação o nível de NUTS II.

Consulte aqui a Publicação


 

Outras publicações - O que nos dizem os Censos?

Outras publicações : O que nos dizem os Censos?

O que nos dizem os Censos sobre as dificuldades sentidas pelas pessoas com incapacidades

Apresenta uma análise exploratória dos dados recolhidos nos Censos 2021 - XVI Recenseamento Geral da População. VI Recenseamento Geral da Habitação sobre a existência de dificuldades na realização de seis tipos de atividades/funções definidas no modelo recomendado pela Comissão Económica das Nações Unidas para a Europa (UNECE) para utilização em recenseamentos da população, que permitem uma aproximação ao conceito de incapacidade com base na funcionalidade, ou seja, como resultado da interação entre a pessoa e os fatores contextuais, e não o resultado de uma avaliação baseada em diagnósticos médicos de deficiência.

Consulte aqui a Publicação

O que nos dizem os Censos sobre a população de nacionalidade estrangeira residente em Portugal

Apresenta uma análise exploratória da população de nacionalidade estrangeira residente em Portugal, baseada nos resultados dos Censos 2021 - XVI Recenseamento Geral da População. VI Recenseamento Geral da Habitação.

Pretende-se caracterizar este grupo populacional nas suas diversas dimensões, nomeadamente ao nível demográfico, socioeconómico, mercado de trabalho, bem como os aspetos relativos ao enquadramento familiar e condições habitacionais.

Consulte aqui a Publicação


 

Destaque - Análise dos principais resultados

Destaque - Análise dos principais resultados

Destaque à comunicação social com os principais resultados dos Censos 2021,identificando as principais tendências ocorridas em Portugal na última década.

Consulte aqui o destaque






 

Plataforma de divulgação - Censos 2021

Plataforma de divulgação - Censos 2021

Aplicação que permite a visualização e exploração dos principais indicadores dos Censos 2021 nos temas População, Agregados e Núcleos Familiares e Habitação, em gráficos e mapas, pelos níveis geográficos: NUTS II, Município e Freguesia.

De forma a possibilitar um conhecimento mais pormenorizado das temáticas recolhidas nos Censos, os dados estão organizados nos subtemas:

  • Demografia |Educação | Mercado de trabalho | Migrações| Movimentos pendulares | Dificuldades
  • Agregados domésticos | Núcleos familiares | Agregados institucionais
  • Edifícios | Alojamentos familiares | Alojamentos coletivos

Consulte aqui a Plataforma de divulgação - Censos 2021


Indicadores - Base de dados

Indicadores - Base de dados – Censos 2021

Indicadores estatísticos com desagregação máxima ao nível de Freguesia para as unidades estatísticas:

  • População residente;
  • Agregados e núcleos familiares;
  • Edifícios;
  • Alojamentos.

E variadas dimensões de análise, designadamente:

  • Sexo;
  • Grupo etário;
  • Estado civil;
  • Grupo socioeconómico;
  • Níveis de escolaridade;
  • Nacionalidade;
  • Condição perante o trabalho;
  • Tipo de edifício;
  • Tipo de agregado, etc.

Estes indicadores podem ser visualizados nesta página,em quadro ou gráficos e exportados em formato .tsv, .csv, .xlsx, .ods e via Api Json


 

Geocensos (abre nova página)

Geocensos

Aplicação geográfica que permite a visualização, em mapa, de um conjunto de dados tendo por base a camada: Base Geográfica de Referenciação da Informação (BGRI) 2021, para o nível de subsecção e a GRID 1000mx1000m:

  • Nº de edifícios;
  • Nº de alojamentos;
  • Nº de agregados domésticos privados;
  • Nº de indivíduos, por sexo e grupo etário.

Permite ainda a criação de mapas temáticos com as ferramentas disponíveis e a extração do que visualiza em formato shapefile.

Consulte aqui a Aplicação Geográfica


 

Geopackage - Censos

Geopackage - Censos

Geopackage (formato aberto desenvolvido pela Open Geospatial Consortium - OGC), constituído por um conjunto de variáveis dos Censos 2021, (Ficheiro síntese) associado à componente geográfica da Base Geográfica de Referenciação da Informação (BGRI) 2021 (subsecção estatística) e da GRID 1000mx1000m.

Esta informação possibilita o estudo e a caracterização de realidades a um nível geográfico detalhado, com relevância em diversas áreas de intervenção como sejam a elaboração de planos de gestão de riscos no âmbito da proteção civil ou o planeamento de infraestruturas básicas. Para conferir maior acessibilidade ao utilizador na descarga dos dados foi desenvolvido um plugin QGIS, denominado downloadGeoStatPortugal, e que está disponível no repositório de módulos do QGIS.

Consulte aqui o Geopackage


 

Infografias

Infografias

3 infografias (dados e imagens visualmente explicativos) em formato PDF, com uma síntese dos mais relevantes dados dos temas:





 

Outros Produtos a disponibilizar em 2023

Outros Produtos a disponibilizar em 2023

Informação por “lugares estatísticos”.

Ficheiro de Uso Público - Censos 2021 (amostra de microdados - 5% relativa a indivíduos e alojamentos).

Geoescolas – Censos – aplicação geográfica que permite obter um conjunto de dados dos Censos 2021 (Edifícios, Alojamentos, Agregados familiares, População residente por grupo etário) relativos à área envolvente de uma determinada escola (círculo com raios de 200, 500, 1000 ou 2000 metros).




 

Métodos de proteção da confidencialidade nos Censos 2021

Métodos de proteção da confidencialidade nos Censos 2021

No âmbito da Política de Confidencialidade Estatística, o INE, I.P. incorpora no seu processo de produção estatística um conjunto de práticas e métodos, no sentido de assegurar a proteção dos dados que recolhe, trata e divulga. O seu objetivo é o de proteger a confidencialidade dos dados e consistem na aplicação de métodos estatísticos que minimizam o risco de identificação dos indivíduos e na adoção de medidas técnicas e organizativas que garantem a segurança da informação em todas as fases do processo estatístico (desde a recolha até à difusão de dados).

A proteção da confidencialidade dos dados individuais, bem como a salvaguarda da sua utilização exclusivamente para fins estatísticos, estão regulamentadas por um conjunto de documentos legais, instituídos aos níveis nacional e da União Europeia, nomeadamente a Lei n.º 22/2008, de 13 de maio (Lei do Sistema Estatístico Nacional), o Regulamento (CE) n.º 223/2009 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 11 de março, e o Regulamento (UE) n.º 2016/679 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 27 de abril.

Nos Censos 2021, com o propósito de salvaguardar a privacidade dos indivíduos e de garantir que a sua identidade e características não são obtidas a partir dos dados divulgados, foi aplicado um método estatístico de controlo da divulgação dos dados ou comummente conhecido por tratamento de segredo estatístico, designado “Targeted Record Swapping”. Este método baseia-se, num primeiro momento, na referenciação dos indivíduos que possam ser mais facilmente identificados, por apresentarem determinadas características incomuns na respetiva unidade territorial. Num segundo momento, a sua identificação é protegida pela permuta com outros indivíduos com características base idênticas, localizados noutro alojamento e numa unidade territorial próxima. Assinale-se que a aplicação deste método garante que o total da população residente e as suas principais características, permanecem inalteradas para os diferentes níveis geográficos. Ainda assim, pode conduzir a ajustamentos de pormenor no “retrato populacional”, mas que não têm impacto estatístico significativo nos resultados disponibilizados por esta operação estatística, mantendo a sua integridade e consistência.

O “Targeted Record Swapping” foi indicado como uma boa prática a nível internacional, e recomendado especificamente como um método de tratamento de segredo estatístico adequado e robusto aos dados dos Censos no âmbito do Sistema Estatístico Europeu.