Censos :: Censos 2021 :: Operações Experimentais :: Teste 2016

o que é para que serve

Principais Objectivos

Com este Inquérito, o INE pretendeu avaliar a introdução de importantes inovações no modelo censitário, a utilizar no nosso país.

As exigências de informação da Sociedade atual e as novas tecnologias colocam desafios e potencialidades, que exigem e possibilitam abordagens inovadoras, a cuja avaliação é necessário proceder.

Para cada operação censitária, o INE inova, prepara e testa atempadamente, com vista a aumentar a eficácia e eficiência das operações e a encontrar as melhores soluções que proporcionem comodidade e facilidade na resposta a todos os cidadãos.

Nos últimos Censos a colaboração da população permitiu que Portugal estivesse entre os países que obtiveram maior taxa de resposta pela Internet. O desafio da modernização vai continuar e a inovação marcará os próximos Censos 2021. Pretende-se um Censo mais digital, mais cómodo para os cidadãos e mais eficaz na gestão dos recursos públicos. É tempo de preparar o futuro.

O Teste 2016 teve como objectivos:

  • Avaliar o impacto da alteração do modelo censitário tradicional de distribuição de questionários porta-a-porta pelo envio postal de uma carta às famílias, com os códigos para resposta através da Internet;
  • Avaliar a utilização da Internet como principal modo de resposta aos Censos;
  • Avaliar a utilização de plataformas móveis no trabalho de campo;
  • Avaliar o contributo da informação administrativa no desenho do novo modelo censitário.


Onde se realiza

Onde se realizou

O Inquérito teve lugar nas seguintes freguesias:

Alvor

Cidade da Maia

Praia de Mira

União das Freguesias de Condeixa-a-Velha e Condeixa-a-Nova

União das Freguesias de Glória e Vera Cruz

Este inquérito dirigiu-se à população residente nas freguesias indicadas (aproximadamente 80 000 pessoas, residentes em 45 000 alojamentos).


comunicacao

Comunicação

Para além da informação disponível neste site, o INE desenvolveu uma campanha de comunicação local para apoiar a população na resposta ao Teste 2016.

Consulte aqui os suportes:

documentoFilme (mp4)
  documentoCartaz (pdf)
     
novidadese-Book (pdf)   documentoFlyer (pdf)
     
documentoFolheto (pdf)  
     
 


Avaliação Final

Avaliação Final: Principais Conclusões

Da avaliação global do Teste Censos 2016 destacam-se como principais conclusões:

  • A metodologia desenhada para o novo modelo de inquérito é adequada
  • Neste teste, 85,5% dos alojamentos de residência habitual responderam pela Internet pelo que se preconiza que a Internet seja o primeiro canal de resposta aos Censos 2021 e que os interfaces de resposta permitam, também, a utilização de smartphones.
  • Face aos resultados obtidos, prevê-se que em futuras operações censitárias não se verifique a distribuição de questionários em papel, na maioria dos alojamentos.
  • O modelo vai permitir uma significativa redução do dimensionamento das equipas de campo.
  • O desenho do novo modelo de recolha confirma o potencial para utilização de dispositivos móveis na realização do trabalho de campo, numa perspetiva de Bring Your Own Device (BYOD).